Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

O carro dele quebrou, ele começou a pedalar e perdeu 22kg

  • 08/01/2019

O relato de Jesse Hamann: a falta do carro foi o empurrão que precisava para ele começar a pedalar


A seguir, o norte-americano Jesse Hamannm, 28 anos, descreve como a bicicleta — e o carro quebrado — mudou completamente seu estilo de vida:

“Seattle tem uma cultura de ciclismo forte há muito tempo, e muitos dos meus amigos pedalam há anos. Tem um apelo lá que eu não consigo explicar; talvez seja a sensação de liberdade que os ciclistas pareciam experimentar. E todos os ciclistas do meu bairro pareciam estar se divertindo muito. Eles pareciam muito menos frustrados do que ficarem presos em um carro.

Meu carro então quebrou. Isso não era bom: eu tinha me casado recentemente e trabalhava enquanto economizava dinheiro para comprar uma casa. Eu comecei a pegar ônibus, mas senti que estava faltando alguma coisa. Eu me sentia desconectado da cidade, nunca aproveitando a oportunidade para curtir a paisagem, todo o tempo me escondendo da ansiedade em casa. Eu engordei, e cada vez mais me sentia mais inseguro.

Então, em vez de procurar um carro novo, procurei uma alternativa: uma bicicleta. Vi um anúncio no Facebook de uma bicicleta híbrida usada por US$ 200. Eu sabia que aquela bicicleta deveria ser minha. Eu imediatamente enviei uma mensagem ao vendedor, e no dia seguinte, fiz uma viagem por Seattle, pulando de um ônibus para outro, me reintroduzindo em áreas que eu não via há anos, me apaixonando por minha cidade mais uma vez.

Comprei a bicicleta e pedalei quase todo o caminho de volta para casa, lembrando-me dos tempos em que eu era criança no meu antigo bairro, vivendo sem preocupações, andando de casa em casa. Eu desabei assim que eu cheguei em casa, mas meu Deus, eu me diverti.

Alguns meses depois, a frente da minha bike ficou presa em um trilho de bonde, e eu voei para frente. Minha bicicleta ficou despedaçada, e eu, ensanguentado. Então eu desisti de andar de bicicleta por algum tempo, optando por pegar o ônibus. Eu estava arrasado.

Quando passei a tomar ônibus, comecei a ganhar peso novamente. Eu podia sentir-me ficando mais pesado.

Então, mais tarde, em 2016, eu comprei uma bike nova, da marca Kona. Foi bem diferente. Foi ótimo, e parecia que eu estava pedalando nas nuvens, comparando com a minha antiga bicicleta. Eu caí de novo e estraguei tudo no início de 2017. Dei outro tempo. Mas já voltei a pedalar de forma consistente – e estou amando isso.


Durante todo o tempo em que ando de bicicleta, o meu peso tem variado, mas a maior parte da minha perda de peso ocorreu no último verão, em viagens mais longas para novos locais e para enfrentar as piores colinas de Seattle.

A academia também me ajudou, para treinamento de força, além de eu seguir uma dieta mais rigorosa. Minha esposa e eu estávamos acostumados a comer pizza ou comida congelada todas as noites. Então passamos a cozinhar, colocando mais vegetais e proteínas no prato. Resultado: já perdi 22 kg.

Para quem pretende trilhar uma jornada semelhante, tudo que você precisa é ter calma. Não há problema em falhar. Não há problema em fazer uma pausa. Isto é sobre uma mudança de estilo de vida, não uma moda passageira. E o ciclismo vai mudar sua vida, se você permitir. Todos nós temos o nosso próprio caminho para o sucesso, mas lembre-se, viva por muito tempo, pedale e prospere.

Por: Bicycling

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | SUA HISTÓRIA | Ciclismo deu força para ele superar acidente em que perdeu 6 cm de perna

Ciclismo deu força para ele superar acid...

Jefferson Spimpolo superou acidente, o vício em drogas e virou ciclista da seleção brasile... veja +

Bikers Rio Pardo | SUA HISTÓRIA | Meu pai, meu guerreiro

Meu pai, meu guerreiro

Conheça a história do Ricardo "Paçoca" de Ribeirão Preto

Bikers Rio Pardo | SUA HISTÓRIA | Ele perdeu as mãos, mas decidiu começar a pedalar

Ele perdeu as mãos, mas decidiu começar...

Um dia um amigo chegou a lhe dizer: “É tão bom andar de bicicleta, uma pena que você não p... veja +

Bikers Rio Pardo | SUA HISTÓRIA | Aposentado pedala todos os dias para regar árvores de uma avenida

Aposentado pedala todos os dias para reg...

Hélio Silva, de 61 anos, faz isso por amor. “Quem sabe alguém me copia”

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 2º CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG - 09/06/2019

Bikers Rio Pardo | 2º CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG