Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Pedalar em Jejum: O cardio em jejum é uma boa idéia?

  • 03/02/2020

Você já acordou antes do sol nascer para um pedal matinal. E aí você saiu direto sem comer uma fruta ou barra de cereal? Então, talvez até sem saber, você já fez o Cardio em Jejum, ou seja, saiu para pedalar em jejum.


Talvez não se alimentar antes de um pedal seja uma questão de falta de tempo. Ou talvez você simplesmente não consiga comer tão cedo. Ou possa ter ouvido certo burburinho que relaciona cardio em jejum à perda de peso e benefícios de desempenho. Mas e aí, será que é legal mesmo se exercitar com o estômago vazio? A Bicycling ouviu alguns especialistas sobre o assunto e abaixo você confere algumas opiniões importantes a respeito.

 

Afinal, o que é o Cardio em Jejum?

O Cardio em Jejum é um conceito fácil de entender. Literalmente, significa apenas fazer um treino após um longo período sem se alimentar.

Dessa forma, algumas pessoas podem afirmar que estão fazendo Cardio em Jejum pulando o almoço e indo direto para um pedal pós-trabalho. Entretanto, a literatura científica especifica que o corpo precisa de um período de 10 a 14 horas sem comer para ser realmente considerado em jejum. Assim, para a maioria das pessoas, pedalar em jejum efetivamente seria possível apenas logo de manhã.

 

Qual o sentido de se exercitar de estômago vazio? 

Bem, depois de ficar em jejum por um certo período de tempo, não há glicogênio disponível para energia. Ou seja, seu corpo precisa encontrar outra fonte de combustível. Poucos minutos depois de começar a pedalar em jejum, a porcentagem de gordura que você queimaria nesse treino seria um pouco maior, explica Lauren Antonucci , especialista certificada pelo conselho em nutrição esportiva de Nova Iorque.

De acordo com Meghann Featherstun, também especialista em nutrição esportiva, a pesquisa é clara: se nos exercitarmos em jejum, chegaremos mais rapidamente em nossos estoques de gordura como fonte de combustível. 

As pessoas que corriam em uma esteira em jejum queimavam 20% mais gordura do que aquelas que comiam um pouco antes do exercício. A conclusão é de um estudo publicado no British Journal of Nutrition . E as pessoas que treinaram consistentemente em jejum ao longo de seis semanas mostraram mais melhorias de resistência do que aquelas que comeram antes de se exercitar. É o que aponta um estudo mais antigo publicado no Journal of Applied Physiology .


As desvantagens do Cardio em Jejum

A maioria das pessoas tende a se apegar a conceitos e vêem o cardio em jejum como um caminho para a perda de peso ou melhora do desempenho.

Quando se trata de perda de peso, todo esse potencial de queima de gordura parece atraente. Mas “você ainda estará queimando a mesma quantidade de calorias”, diz Antonucci. Se você está comendo dentro do planejamento nutricional determinado por seu plano de alimentação, queimar um percentual um pouco maior de gordura não é realmente tão importante para o peso corporal ao longo do tempo ou para a composição corporal, afirma a especialista.

Outra questão importante é que o seu corpo não queima automaticamente gordura ao invés de glicose. Ou seja, pode haver queima de proteína. “Uma pesquisa mostra que há um aumento na degradação muscular quando nos exercitamos em jejum”, destaca Featherstun. Exercícios em jejum produziram duas vezes a quantidade de quebra de proteínas nos músculos do que em um estado sem jejum. É o que aponta um estudo publicado no Strength and Conditioning Journal.

Já em relação aos benefícios de resistência, analisou-se que as pessoas foram capazes de atividades aeróbicas por mais tempo depois de comer do que quando jejuavam. A conclusão é de uma análise recente publicada no Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports. 

Pesquisas adicionais mostram que o jejum tem impactos negativos na intensidade e no volume do treinamento. E essas questões podem prejudicar seu desempenho. “Não alimentar-se de antemão apenas reduz sua energia e capacidade de trabalhar duro”, diz Antonucci. 


Então, você deve pedalar em jejum?

Se você prefere usar seu tempo pela manhã para dormir um pouco mais. Ou se não consegue lidar com a ideia de comer de manhã cedo. Nessas hipóteses tudo bem optar pelo Cardio em Jejum. “Apenas certifique-se de fazer exercícios fáceis quando estiver em jejum. E limite esse pedal de baixa intensidade em cerca de 45 a 60 minutos”,  diz Featherstun. 

Caso contrário, quando se trata de realmente pegar pesado no pedal, é melhor se exercitar de uma a três horas após o café da manhã. “Quando você estiver devidamente abastecido, ficará melhor mental e fisicamente”, diz Antonucci.

E claro, procure sempre conversar com seu médico ou nutricionista. Assim você irá encontrar a melhor solução de acordo com o funcionamento do seu organismo.

Fonte da matéria

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Artigo | Dormência e formigamento nos pés? Veja como lidar

Dormência e formigamento nos pés? Veja c...

Dormência e formigamento nos pés não é um problema para ciclistas só no inverno. Começa co... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | Alternar a intensidade dos treinos faz bem para a sua saúde

Alternar a intensidade dos treinos faz b...

Um novo estudo publicado na revista Brain Plasticity descobriu que alternar a intensidade... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | O ciclismo pode curar uma ressaca?

O ciclismo pode curar uma ressaca?

Como evitar que uma ressaca atrapalhe um passeio de bicicleta?

Bikers Rio Pardo | Artigo | Porque os ciclistas devem comer banana

Porque os ciclistas devem comer banana

Bananas são uma ótima fonte de energia para competições e nada bate a fruta na hora de sup... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 3º CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG - 05/04/2020

Bikers Rio Pardo | 3º CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG