Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Ajuste do selim: os problemas quando mal feito e como resolvê-los

  • 28/04/2017

Um dos pontos mais importantes a ser observado na regulagem da bicicleta é o ajuste do selim.


A prática do ciclismo é mais segura, em longo prazo, quando comparada a esportes como a corrida. Boa parte das lesões que acontecem no pedal decorre de acidentes. Traumas relacionados ao esforço repetitivo são menos comuns e severos que os verificados em corredores. No entanto, são frequentes os erros de posicionamento do ciclista sobre a bicicleta, o que acaba gerando desconforto e dores, podendo evoluir para lesões com o passar do tempo caso o problema não seja tratado e corrigido devidamente. Um dos pontos mais importantes a ser observado na regulagem da bicicleta é o ajuste do selim. Fernando Rianho, fisioterapeuta esportivo e especialista em bike fit, explica as consequências de um ajuste do selim mal feito e como corrigir o problema.

 

Erro: selim muito baixo

Influência na pedalada – aumento da tensão no tendão patelar; sobrecarga da musculatura estabilizadora do quadril; pressão excessiva dos pés nos pedais, com o tornozelo muito baixo no ponto inferior da pedalada; flexão exagerada do quadril.

Lesões decorrentes – dores na parte anterior dos joelhos; dores lombares; tendinite nos glúteos; dores no quadril (atletas com lesões de labrum preexistentes).

Correção – flexão de joelhos no ponto alto da pedalada (contrarrelógio): até 110°; -flexão de joelhos no ponto alto da pedalada (estrada): até 115°. 

 

Erro: selim muito alto (ou pedivela muito longa)

InfluêncIa na pedalada – estiramento excessivo dos músculos posteriores das coxas; mau posicionamento pélvico no selim; excesso de trabalho dos tornozelos.

Lesões decorrentes – irritação do trato iliotibial (ITBS); lesões nos músculos isquiotibiais; dores lombares.

Correção – extensão de joelhos no ponto baixo da pedalada (contrarrelógio): 37° a 42°; extensão de joelhos no ponto baixo da pedalada (estrada): 35° a 40°.

Por Ana Lídia Borba -Site: Ativo

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Artigo | Treinar com peso na bike te deixa mais forte?

Treinar com peso na bike te deixa mais f...

Resumo dos benefícios de treinar com peso na bike.

Bikers Rio Pardo | Artigo | Dormência e formigamento nos pés? Veja como lidar

Dormência e formigamento nos pés? Veja c...

Dormência e formigamento nos pés não é um problema para ciclistas só no inverno. Começa co... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | Alternar a intensidade dos treinos faz bem para a sua saúde

Alternar a intensidade dos treinos faz b...

Um novo estudo publicado na revista Brain Plasticity descobriu que alternar a intensidade... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | O ciclismo pode curar uma ressaca?

O ciclismo pode curar uma ressaca?

Como evitar que uma ressaca atrapalhe um passeio de bicicleta?

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 3º CICLO AVENTURA CANASTRA - 28/06/2020

Bikers Rio Pardo | 3º CICLO AVENTURA CANASTRA