Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Lubrificante a base de cera ou cerâmico: Qual o melhor?

  • 09/08/2014

Qual a diferença entre os lubrificantes a base de cera e os cerâmicos?


Qual a diferença entre os lubrificantes a base de cera e os cerâmicos? 

Ambos possuem propriedades lubrificantes, sendo que sua resistência a água irá variar de acordo com suas distintas fórmulas. Quimicamente falando, as ceras são de origem animal e/ou vegetal (como as parafinas derivadas do petróleo), exatamente como as ceras utilizadas em velas, cosméticos ou pintura. Esta cera é submetida a um processo de modificação mediante aditivos, (cera microcristalina, goma, polietilenos, etc.) para proporcionar propriedades elásticas e adesivas, segundo o objetivo que se busque. A cera es misturada com água, sendo que a maior ou menor viscosidade do lubrificante será determinada pela quantidade da água em sua fórmula. Após a aplicação, uma vez seca, permanece aderida na corrente da bicicleta, razão de sua durabilidade. 

Já os lubrificantes cerâmicos incorporam, além de componentes graxos (óleos sintéticos ou minerais), partículas de cerâmica, um material inorgânico que, uma vez submetido a processos térmicos, proporciona uma alta resistência mecânica à compressão. Devido isto, costuma ter resultados superiores a outros revestimentos como o Teflon na hora de resistir a pressão entre a corrente e o cassete/coroas, com uma estrutura que aguenta muito tempo sem quebrar ou separar, proporcionando uma proteção mais duradoura do que no caso de lubrificantes comuns. Como as partículas cerâmicas são mais pesadas que o lubrificante do frasco, é necessário agitar vigorosamente o mesmo antes de utilizá-lo. 

Qual é o melhor? 

Dependerá basicamente das preferências e necessidades de cada tipo de usuário. Em teoria, ambos os tipos de lubricantes são muito duráveis e mantém a transmissão (cassete, corrente e coroas limpos por muito mais tempo do que quando se utilizam lubrificantes convencionais. Em geral (com certa margem de diferenças entre marcas), as ceras são mais duradouras, graças a sua elevada viscosidade. Já no caso dos lubrificantes cerâmicos, por serem mais líquidos, mantém a transmissão mais limpa, porém duram menos que as ceras. Em ambos casos, especialmente no caso das ceras, é muito importante seguir as instruções de aplicação, começando por aplicar sobre a corrente completamente limpa e seca. Produtos de limpeza a base de derivados de petróleo, como diesel e querosene não são recomendados, pois deixarão na corrente uma camada que impedirá a correta aderência da cera ou das partículas cerâmicas. 

Fonte: MTB Brasília

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Artigo | 10 prazeres do MTB para experimentar (pelo menos) uma vez na vida

10 prazeres do MTB para experimentar (pe...

A MTB Pro Magazine fez uma lista com 10 coisas que todo biker deveria fazer antes de morre... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | Proteja seu joelho para sempre

Proteja seu joelho para sempre

As pernas de um ciclista amador facilmente realizam mais de 1 milhão de rotações por ano –... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | Os benefícios do chá verde para quem pratica ciclismo

Os benefícios do chá verde para quem pra...

Você já ouviu falar sobre tomar chá verde para melhorar o rendimento muscular?

Bikers Rio Pardo | Artigo | Andar de bicicleta reduz estresse e sentimento de solidão, aponta estudo

Andar de bicicleta reduz estresse e sent...

Pesquisa foi feita na Europa com mais de 3,5 mil participantes. Aumento da vitalidade é ou... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: CICLO AVENTURA FURNAS - 17/02/2019

Bikers Rio Pardo | CICLO AVENTURA FURNAS