Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Você conhece o Inca Divide?

  • 11/01/2018

Imagine uma prova de bike que cobre 1800 km pela Cordilheira dos Andes, com 31.000 metros de elevação total, sem nenhum tipo de estrutura de apoio.


Esta é a premissa da Inca Divide, competição que começa no dia 1 de julho, no Peru. 

Até agora, a prova organizada pela Biking Man já preencheu 25 das 50 vagas disponíveis, com representantes de 11 países, sendo 24 homens e apenas 1 mulher. Os corajosos terão 12 dias (ou 288 horas) para completar o percurso, que tem apenas 4 checkpoints obrigatórios. 

 Até o momento, o mineiro Vinicius Martins é o único brasileiro inscrito. Especialista em ultradistâncias, Vini é também o único brasileiro a ter completado a Transcontinental Race, prova clássica que atravessa a Europa. 

 

Autossuficiência

Os competidores da Inca Divide podem encarar o longo pedal sozinhos ou em dupla, mas em ambos os casos as condições são as mesmas: é necessário ser totalmente auto-suficiente, pois não há nenhum tipo de suporte pelo caminho. Para preencher suas necessidades (alimentícias e técnicas) durante o trajeto, os ciclistas apelam ao chamado bikepacking, técnica que consiste em levar consigo na bike apenas o suficiente para garantir alimentação e abrigo adequados. 

A rota da prova pretende mostrar a seus competidores lados menos conhecido do Peru, passando pelo deserto de dunas, as altitudes elevadas do norte do país, a mística cordilheira Branca e os picos das montanhas de Huayhuash. O trajeto inteiro é marcado pelas fortes altitudes, um desafio constante no dia-a-dia dos ciclistas – um dos pontos mais altos da prova atinge os 4.920 metros.

O caminho seguido pelos ciclistas no Inca Divide misturarão asfalto e terra, e podem haver trechos em que é preciso empurrar a bicicleta. As inscrições ainda estão abertas, então se você acredita estar apto a encarar este desafio, corra para cá (as inscrições custam a partir de 350 Euros). 

A primeira edição do Inca Divide aconteceu em julho do ano passado, quando os ciclistas percorreram 3.500 km saindo de Quito, no Equador, até chegar a Cusco, no Peru. Assista ao vídeo da prova abaixo e confira a verdade  irrefutável de que as montanhas podem ser muito generosas com quem ousa explorá-las:

Fonte: Ativo.com

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Notícia | Ribeirão Preto é tricampeã da Copa São Paulo de Ciclismo

Ribeirão Preto é tricampeã da Copa São P...

Plantel de base, comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin, venceu 10 da... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | Strava atinge 2 bilhões de atividades postadas. Veja dados no Brasil e no mundo

Strava atinge 2 bilhões de atividades po...

Fundado em 2009, o Strava alcançou uma marca expressiva nesta semana. O serviço agora cont... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | A cidade das bikes, onde carro não entra

A cidade das bikes, onde carro não entra

Em Afuá, no Pará, as pessoas e os cachorros andam nas ruas sem medo de serem atropelados

Bikers Rio Pardo | Notícia | Cannondale Brasil Racing tem nova formação para 2019

Cannondale Brasil Racing tem nova formaç...

No segundo ano da equipe, objetivo permanece sendo contribuir com o crescimento do ciclism... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: CICLO AVENTURA FURNAS - 17/02/2019

Bikers Rio Pardo | CICLO AVENTURA FURNAS