Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Caminho dos Anjos

  • 27/04/2018

O Circuito Caminho dos Anjos consiste em um trajeto de 240km pela Serra da Mantiqueira, que pode ser percorrido em cinco dias. O passeio é feito por estradas de terra e trilhas estreitas, passando por vales e rios em um percurso de diferentes elevações, tendo no horizonte em quase todo o caminho o Pico do Papagaio. Partindo da cidade de Passa Quatro, o roteiro leva à Fazenda da Mata, a Aiuruoca, ao Espraiado do Gamarra e a São Lourenço, retornando então ao ponto de partida.


O Circuito Caminho dos Anjos consiste em um trajeto de 231km pela Serra da Mantiqueira, que pode ser percorrido em cinco dias. O passeio é feito por estradas de terra e trilhas estreitas, passando por vales e rios em um percurso de diferentes elevações, tendo no horizonte em quase todo o caminho o Pico do Papagaio. Partindo da cidade de Passa Quatro, o roteiro leva à Fazenda da Mata, a Aiuruoca, ao Espraiado do Gamarra e a São Lourenço, retornando então ao ponto de partida.

Por Carolina Pontes

Altitudes que chegam a dois mil metros, clima ameno, cachoeiras, cidades acolhedoras e belos exemplares de Mata Atlântica, essa é a Serra da Mantiqueira, cenário perfeito para uma inesquecível cicloviagem. É hora de sair da rotina, colocar a bike na terra, relembrar a delícia que é superar desafios e sentir o vento no rosto. É hora de partir rumo a Minas Gerais, mais precisamente à cidade de Passa Quatro e aventurar-se no Circuito Caminho dos Anjos!

O Circuito com nome prá lá de sugestivo tem um total de 231 km, divididos em cinco etapas que podem ser feitas em 5 dias, ou para quem tempo de sobra, 10 dias. A aventura inicia e termina em Passa Quatro e requer disposição e experiência com a bike. 

O Caminho dos Anjos é gerenciado por uma associação, o que proporciona ainda maior segurança e facilidades.

 

Na sede da associação em Passa Quatro é feito o credenciamento. A taxa paga dá direito ao certificado e pernoite nos 6 simples e aconchegantes albergues. O biker caso desejar, paga mais uma taxa para a alimentação que inclui café da manha, almoço e jantar. 

Durante o Caminho, o ciclista serpenteará vales e rios em percursos de diferentes elevações. Sentiu o cansaço de uma subida íngreme? Pare e contemple a bela paisagem.

 Em meio ao verde da natureza e cantar dos pássaros, não é preciso pressa. Antes de iniciar a pedalada aproveite para apreciar as fontes de água mineral que brotam em diversos pontos de Passa Quatro, encha a sua caramanhola, faça um passeio de “maria-fumaça” e aprecie os casarios da charmosa cidade.

 

A primeira etapa do Circuito ruma à Fazenda da Mata. A tranquilidade da estrada de terra pede um ritmo leve de pedalada. Aos poucos, em meio às serras, surgem as primeiras casas típicas do interior mineiro e o dia-a-dia dos moradores rurais. No caminho, um “bom dia” caloroso, afinal, estamos em Minas Gerais! Cruzando a cidade de Itamonte, em mais poucos quilômetros chega-se ao albergue Fazenda da Mata, localizado em ponto elevado e cercado pela belas belezas do Parque Estadual Serra do Papagaio.

Os albergues do Caminho dos Anjos são atrações à parte. Simples e acolhedores abrigam tanto ciclistas quanto caminhantes. O momento é ideal para realizar novas amizades e narrar as experiências do dia. E a prosa é boa, junto ao calor do fogão a lenha e acompanhada de deliciosas refeições.

Partindo do albergue Fazenda da Mata, inicia-se a segunda etapa, que seguirá até a cidade de Aiuruoca, nome de origem indígena que significa “casa de papagaio”. O nome deve-se à grande quantidade dessas aves existentes no passado. Essa é, sem dúvida, a mais bonita etapa do Caminho! O imponente Pico do Papagaio é o responsável por tamanha beleza. Margeando-o, o ciclista o avista em diferentes ângulos e, a cada momento, a surpresa de deparar com mais uma bela vista do pico.

Com disposição de sobra, é hora de enfrentar o mais díficil dos percursos, a que parte de Aiuruoca a localidade de Espraiado do Gamarra. O trecho é marcado por muitas subidas, até alcançar o ponto mais alto de todo o Caminho dos Anjos, com a marca de 1890m de altitude. Para recompensar cada dura pedalada, o mergulho na Cachoeira dos Garcias, com quase 120m de queda. Após o banho revigorante, é hora da descida da serra, até o albergue em Espraiada do Gamarra. Neste albergue, mais um diferencial, o rio corre em frente. Nada melhor que dormir e acordar ouvindo o barulho relaxante das águas!

 

 E a aventura não acaba por aqui. Faltam ainda mais duas etapas e inúmeras surpresas. Dá para imaginar? A quarta delas é uma surpresa e tanto! Um passeio pelas charmosas cidades integrantes do Circuito das Águas mineiro, famosas por suas águas de propriedades medicinais e terapêuticas. Em pouco tempo de pedalada o ciclista chega a cada uma dessas cidades, repletas de estâncias hidrominerais, parques e fontes. Baependi é a terra de Nhá Chica, declarada como santa em processo de beatificação. Já em Caxumbu, outra cidade das águas, o ciclista pode usufruir das doze fontes de propriedades diferentes, que jorram ininterruptamente do solo.

 A aventura prossegue até São Lourenço, onde estão novas opções de banhos e termais. A cidade conta com mais um albergue do Caminho e, portanto, vale aproveitar as águas, relaxar os músculos e revigorar as energias para ultima e mais fácil das etapas, a que fecha o Caminho de formato circular.

 

O CAMINHO DOS ANJOS PODE SER COMEÇADO E TERMINADO POR ONDE MELHOR CONVIER A QUEM FOR REALIZA-LO.

Gostou? Não vê a hora de se aventurar?

Solicite a carta de orientação através do e-mail: [email protected]

Mais informações no site: http://www.caminhodosanjos.org/ 

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Imagens

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 2º CICLO AVENTURA CANASTRA - 04/08/2019

Bikers Rio Pardo | 2º CICLO AVENTURA CANASTRA