Canastra Bike Tour
26/04/2019

Canastra, berço do imenso Rio São Francisco, desbravador do Brasil. Na simplicidade da gente mineira, escorada às suas margens, o rio virou “Velho Chico” e por causa dele, o Brasil voltou seus olhos para a Canastra. Uma caixa d’ água gigante. Um baú esculpido em rocha pela natureza. Foi o formato de uma caixa que deu nome ao lugar. Baú, para os antigos, é Canastra, cesta larga para caber tudo que é essencial. Para o povo da região, essencial é a Canastra, por esconder entre céus e terras um tesouro que tantos já procuraram. E nem é preciso procurar muito. Basta o silêncio e a sensibilidade para enxergar preciosidade por onde quer que se vá. Tesouro é o que a fortaleza de pedras guarda: as tradições dos homens, o desabrochar das plantas, a vida que renasce em cada animal.  

Localizada no centro-oeste do Estado de Minas Gerais, a Serra da Canastra é um dos lugares mais exuberantes do país. É um lugar extravagante em tesouros naturais. São imensos os seus paredões, seus campos e os seus vales e montanhas. São inúmeras as suas nascentes e os seus riachos, são cristalinos.

O Parque Nacional da Serra da Canastra é um dos mais importantes parques nacionais brasileiros, criado em 1972 através do decreto 70.355 de 1972. Dentro do parque está localizada a nascente histórica do rio São Francisco, no município de São Roque de Minas. 

A Serra da Canastra é o lugar onde a natureza também tem gosto de queijo, o Canastra. Desde maio de 2008 o Queijo Canastra é patrimônio cultural imaterial brasileiro. 

Canastra Bike Tour teve um total de 200 km percorridos entre as mais belas paisagens e atrativos da Serra da Canastra,  reunindo o melhor da história,  cultura e aventura em meio à natureza.

O evento aconteceu de 26 a 28 de abril de 2019 e foi dividido em 3 etapas: 

  • 1ª Etapa - Tamandua Bandeira
  • 2ª Etapa - Veado Campeiro
  • 3ª Etapa - Lobo Guará

Os ciclos aventureiros percorreram estradas e trilhas, repletas de quedas d’água, poços com águas cristalinas, belas paisagens marcadas por paredões e vilarejos que ainda guardam a cultura da produção do delicioso queijo canastra, belezas naturais como rios, montanhas,  poços, campos floridos do cerrado, pessoas e tudo aquilo que apenas a natureza pode proporcionar aos aventureiros com visuais de tirar o fôlego cruzando o Parque Nacional da Serra da Canastra.

Aventura e tanto, que exigiu preparo físico e técnico para vencer as travessias  diárias. Foi preciso enfrentar fortes subidas e descidas até a chegada aos belíssimos vilarejos. 

Em cada vilarejo a recepção calorosa dos moradores e os cenários exuberantes incentivam o ciclista a seguir firme a sua jornada. 

Parabéns a todos os ciclistas que encararam este desafio, até a próxima aventura!!!

>>CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS<<

VISUALIZAR FOTOS