Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

7 alimentos para ciclistas (e todos os atletas) terem na cozinha

  • 06/04/2017

Uma lista de alimentos que pode ajudá-lo a preparar-se para a próxima competição


A preparação para um competição envolve muita garra no pedal, mas inclui também uma alimentação equilibrada.

De acordo com treinadores de ponta e especialistas em nutrição, o que você coloca no seu corpo é tão importante, ou talvez até mais importante, do que o seu treinamento físico.

A equipe do blog da Red Bull, com a ajuda da nutricionista Jo Scott-Dalgleish da Nutrition Solutions for Health, elaborou uma lista de ingredientes que devem estar na cozinha de qualquer atleta. São alimentos que são fáceis de encontrar em qualquer mercado e que têm o poder de levá-lo mais longe na próxima competição de ciclismo.

Alimentos para ciclistas: o que não pode faltar


1. BATATA DOCE

A batata doce possui um índice glicêmico moderado e uma grande gama de vitaminas e minerais, incluindo ferro, vitamina C e E. Simplesmente algo que você não consegue obter com as batatas convencionais.

Os carboidratos são, sem dúvida, um dos grupos de alimentos mais polêmicos, com algumas dietas eliminando-os completamente. No entanto, isso não é uma solução ideal se você está treinando duro e competindo regularmente.

“Eu diria que é melhor optar por um carboidrato refinado, como o arroz branco, na noite anterior a uma grande corrida”, diz Jo. “No entanto, o arroz integral ou a batata doce com frango têm mais minerais e liberam energia mais lentamente. Sendo por isso ótimos para a etapa de recuperação”.

 

2. AVEIA

Uma tigela de aveia não só irá aumentar seus níveis de energia, mas também irá fornecer-lhe uma fonte de energia de liberação lenta para mantê-lo com gás por mais tempo.

“Devido ao baixo índice de glicose, a aveia não vai lhe dar um pico de energia. Mas vai liberá-la de forma constante”, explica Jo. Além disso, a aveia é rica em zinco, a sua defesa secreta quando se trata de evitar resfriados comuns, magnésio e vitaminas B, necessários para proporcionar energia ao corpo.

Barras de cereais mais caseiras, que contenham tâmaras e outras frutas secas, podem ser ótimas opções de lanche no meio do treino para manter o nível de energia elevado.

 

3. OVOS

Ah, o ovo. Um alimento magistral que pode ser consumido de muitas maneiras.

Os ovos são uma ótima fonte de aminoácidos e de proteína. São também uma grande fonte de gorduras do tipo Ômega 3, que comprovadamente reduzem a inflamação, e por isso um alimento ideal para recuperação.

“Eu sugiro freqüentemente um arroz integral com ovo, peixe e espinafre aos meus atletas para a sua refeição pós-treino. É a combinação perfeita de ingredientes para acelerar o processo de recuperação”, revela a nutricionista.

 

4. PEIXE OLEOSO

Salmão, atum fresco, truta e cavala são ricos em Ômega 3, que auxilia a atividade cardiovascular saudável e também ajuda a reduzir a inflamação.

O peixe oleoso é uma grande fonte de proteína magra e ajuda na recuperação muscular. A proteína também nos ajuda com a sensação de saciedade, encorajando-nos a não consumir mais calorias do que estamos gastando.

Especialistas sugerem comer pelo menos duas porções de peixe oleoso por semana para manter o corpo em forma.

 

5. BRÓCOLIS

Este vegetal verde é repleto de benefícios, incluindo ácido fólico, magnésio, vitaminas B e K, que são ótimas para os ossos. E também ajuda na desintoxicação.

O brócolis também é uma grande fonte de ferro, cálcio, fibra e vitamina C – é literalmente uma parada obrigatória para uma alimentação saudável.

 

6. BAGAS

Bagas em geral são um grande alimento antioxidante. Os polifenóis encontrados nas bagas e também no chá verde têm propriedades importantes que ajudam na recuperação e no combate à fadiga.

Enquanto todas as bagas são benéficas, blueberries têm maior capacidade antioxidante e são ricos em vitaminas C, E, A e B, e também em zinco e ferro.

 

7. CAFEÍNA

Um estudo recente conduzido pelo Australian Institute of Sport e pela RMIT University em Melbourne mostrou que a cafeína pode melhorar o desempenho em uma média de 2% a 5%. Acredita-se que a cafeína tem um papel importante no combate da fadiga do cérebro e na estimulação durante o exercício.

“A pesquisa aponta que a cafeína tem um efeito sobre a percepção do esforço. Tomar um pouco de cafeína pode fazer as coisas parecerem mais fáceis ao final de um treino difícil”, diz Jo.

Estudos também mostraram que a cafeína pode auxiliar uma dieta de queima de gordura. Um pouco de cafeína antes de sair para um treino pode também ser a energia que você precisa para continuar.

Por: Blog Bike Village

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Imagens

Veja também

Bikers Rio Pardo | Dica | 7 Apps que todo ciclista deve conhecer

7 Apps que todo ciclista deve conhecer

Vamos falar sobre os 7 apps que todo ciclista deve conhecer e utilizar sempre que for nece... veja +

Bikers Rio Pardo | Dica | 5 coisas que você deve evitar ao comprar uma bike

5 coisas que você deve evitar ao comprar...

A cada dia que passa, novas opções de bikes surgem nas principais lojas, e muitas vezes, n... veja +

Bikers Rio Pardo | Dica | Três dicas para você se manter saudável e evitar o excesso de treinamento

Três dicas para você se manter saudável...

Invista em alimentação, meditação e equipamento para ser melhor ciclista

Bikers Rio Pardo | Dica | 5 receitas com banana para quem pratica esportes

5 receitas com banana para quem pratica...

Separamos cinco receitas com banana, saudáveis para você consumir mais desta fruta que tem... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: CICLO AVENTURA - ANALÂNDIA-SP - 07/04/2019

Bikers Rio Pardo | CICLO AVENTURA - ANALÂNDIA-SP