Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Saiba como prevenir o roubo/furto de sua bike.

  • 04/02/2016

Com o crescimento do número de bicicletas rodando pelas ruas do Brasil, os ciclistas estão conquistando cada dia mais espaço e respeito.


Com o crescimento do número de bicicletas rodando pelas ruas do Brasil, os ciclistas estão conquistando cada dia mais espaço e respeito. O duro é que essa visibilidade traz também o ônus da exposição à violência urbana, com consequente aumento de assaltos e roubos - característica comum para qualquer cidade do mundo que viu o uso da bicicleta decolar.

Segundo alguns "antigões" como Renata Falzoni e Odir Zunge, vez ou outra acontecem esses picos de violência contra quem pedala, seja por que entram no mercado equipamentos importados mais caros, seja por que saem na mídia informações que fazem o 'olho deles crescer', ou simplesmente por que a tecnologia de trancas e cadeados fica defasada em relação à criatividade dos assaltantes.

Nos últimos dias, vimos os casos de assalto a mão armada, roubo qualificado e furtos se multiplicarem assustadoramente em São Paulo. Nos 20 primeiros dias de 2014, foram mais de 14 bicicletas roubadas, em situações diversas e absurdas, com direito até a espancamento gratuito.

Por outro lado, sabemos que para quem mora nas regiões mais periféricas da cidade essa realidade é, infelizmente, um cotidiano comum. A violência urbana provocada pela desigualdade social invade a vida de todo mundo, ciclistas, pedestres, motoristas de qualquer idade, sexo, credo ou classe social.

 

Ciclistas: A bola da vez

De qualquer modo, a "febre pelas bicicletas" fez com que os ciclistas virassem a bola da vez, para o bem e para o mal. Reuni nesse post algumas dicas para você não entrar na triste estatística de pessoas que perderam suas bikes.

*A intenção aqui é reduzir os riscos da ação dos bandidos, sem entrar em paranóias, mas tomando alguns cuidados básicos. Mesmo assim, o risco de ter sua bicicleta furtada não pode ser um impeditivo para continuar pedalando.

 

Regra número 1: Compre uma boa tranca! Antes mesmo de adquirir uma bicicleta é essencial ter um bom cadeado. Cabos de aço (com qualquer espessura) são fáceis de cortar, então use-os como "auxiliares" para prender rodas de blocagem ou selim, mas nunca os utilize como a trava principal. A regra básica aqui é dificultar ao máximo a vida do ladrão.

Recomendo fortemente comprar as travas no modelo "U" feitas de ferro maciço e difíceis de quebrar. A desvantagem delas é o peso e a pouca flexibilidade de prender em qualquer lugar.
 

Recomendações antes de sair de casa: 

  • Se sua bicicleta chama muita atenção, é visada ou tem componentes mais caros, tente torna-la o mais "comum" possível, inclusive, cobrindo a marca do quadro com adesivos.
  • Torne sua bicicleta um equipamento único, capaz de ser identificado por qualquer um que a encontrar na rua. Personalize, saiba de detalhes que identifiquem e comprovem que é sua!
  • Fotografe o número de série e tenha ele anotado com você para sempre, normalmente esse "chassi" fica registrado próximo ao movimento central.

Na rua:

  • Procure fotografar sua bicicleta estacionada em qualquer lugar que seja.
  • Se não encontrar um bicicletário seguro e for prender em locais públicos, procure os mais movimentados, com grades e postes firmes ao chão. (Certifique-se que sua bicicleta não atrapalhará a passagem de pedestres na calçada). Evite os locais mal iluminados, escuros, desertos, ermos. Atenção: Ao estacionar sua bike na rua, leve com você todos os acessórios soltos, como as luzes traseira e dianteira, ciclo-computador, bolsas, etc.
  • Se não se sentir seguro para deixar a bike na rua, procure um estacionamento de veículos que aceite bicicletas. Mesmo assim, não dispense o uso da trava + cabo dentro do estacionamento. Dica: O BikeIT! é um site colaborativo que mapeia locais "bikefriendly" em algumas cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Maceió, entre outras. Vale a pena dar uma olhada.
  • Vai dar aquela paradinha rápida para comprar uma água? CUIDADO!! É nessas horas que os oportunistas se aproveitam do descuido. Procure, ao menos, prender o quadro e a roda entre si, manter a bicicleta na sua visão, soltar freios ou virá-la de cabeça para baixo. Tudo para dificultar a vida do ladrão! Dica: Tenha sempre uma bicicleta um pouco mais "simples", barata, para o dia em que você souber que vai precisar deixa-la na rua, amarrada em postes por muito tempo.
  • Enquanto estiver pedalando, mantenha a atenção nos carros que se aproximam, nas motos e pessoas suspeitas. É complicado fazer alguns tipos de julgamento, mas é mais ou menos a mesma percepção de perigo e a malícia que precisamos ter enquanto caminhamos, estamos no ônibus ou dirigindo. A diferença é que de bicicleta é possível pegar uma contramão aleatória, mudar o caminho constantemente e parar num ponto movimentado.
  • Não esqueça que carro é uma arma! Pense trinta vezes antes de responder com xingamentos ou agressão qualquer situação no trânsito. A facilidade disso se reverter muito mais negativamente ao ciclista é infinitamente maior. Por isso, às vezes vale mais a pena respirar fundo do que partir pro ataque! Não entre na mesma paranóia estressante e violenta que acomete motoristas malucos, afinal, é justamente em busca de paz e tranquilidade que escolhemos andar de bicicleta, não é?!
  • Dificíl falar "evite sair à noite" porque o medo não pode ser motivo para se privar de fazer qualquer coisa, mas note que quanto menos gente nas ruas, mais insegura ela fica. Então quem costuma pedalar à noite e de madrugada aproveite a "invisibilidade" da bicicleta ao seu favor, ou seja, ao passar por lugares ermos ou com movimentação estranha, apague as luzes e evite chamar a atenção. Redobre os cuidados, escute o trânsito e, em caso de assalto, nunca reaja! Sua vida vale mais do que qualquer equipamento.

 

Dentro de casa/carro/prédio:

  • Já ouvi alguns relatos de amigos que perderam suas bicicletas dentro do estacionamento do trabalho e até em suas próprias residências, um absurdo que pode ser evitado. Procure sempre prender sua bicicleta. Atenção: Para bicicletas mais caras (ou acima de uns R$3.000) já vale a pena dar uma pesquisada em seguradoras que cobrem roubos e furtos.


Por fim, teve a bicicleta roubada? O que fazer?

Primeiro de tudo, faça um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima ou pela internet (para isso é aconselhável ter em mãos o número de série da bike e a maior quantidade de informações e detalhes na identificação dela). Se você tiver a nota fiscal, melhor ainda!

O BO é um documento muito importante caso sua bicicleta seja encontrada com outra pessoa ou sendo vendida por aí. Mesmo que, na prática, o BO não garanta muita coisa, ele também serve para gerar estatísticas de roubo, características e até a possibilidade de ter um "mapa" dos bandidos - o que determinaria ações estratégicas do poder público.

 

Cadastro Nacional de Bicicletas Roubadas

Existe no Brasil um cadastro feito gratuitamente a partir de registros de vítimas de assaltos, roubos e furtos.

Cadastre sua bicicleta em: http://www.bicicletasroubadas.com.br  

 

Por fim, desconfie de bicicletas que estão sendo vendidas com preço muito fora do praticado no mercado, ela pode ter sido roubada antes de chegar na sua mão. Por isso, pesquise bastante quem é o vendedor, se tem nota fiscal e/ou garantias que comprovem a legalidade do equipamento! Não faça parte do ciclo perverso que fomenta roubos e furtos. Um dia a vítima pode ser você!

Fonte: Pedalandoo.com.br

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Dica | Dicas de como limpar sua mochila de hidratação

Dicas de como limpar sua mochila de hidr...

Você vai ver que não é tão complicado assim e que a rotina de limpeza ainda vai prolongar... veja +

Bikers Rio Pardo | Dica | Conselhos de Henrique Avancini para começar no MTB com o pé direito

Conselhos de Henrique Avancini para come...

Confira o que o mountain biker tem a dizer sobre alguns tópicos e vá para a trilha com con... veja +

Bikers Rio Pardo | Dica | O que não fazer ao lavar suas roupas de ciclismo

O que não fazer ao lavar suas roupas de...

Ao retornar do pedal, a maioria das pessoas simplesmente coloca as roupas de ciclismo suad... veja +

Bikers Rio Pardo | Dica | Cicloturismo: como se preparar para uma viagem de bicicleta

Cicloturismo: como se preparar para uma...

Viajar de bicicleta é uma aventura inesquecível. Desde pequenos trajetos até viagens inter... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 8º Pedal Sport PURA VIDA - Poços de Caldas - 23/09/2018

Bikers Rio Pardo | 8º Pedal Sport PURA VIDA - Poços de Caldas